quarta-feira, 30 de novembro de 2011

9 CERTOS: Administração de Medicamentos em Enfermagem

A enfermagem atua na última etapa do processo (preparo e administração dos medicamentos), ou seja, na ponta final do sistema de medicação e isso faz com que muitos erros cometidos não detectados no início ou no meio do sistema lhe sejam atribuídos. Esse fato também aumenta a responsabilidade da equipe de enfermagem, pois ela é a última oportunidade de interceptar e evitar um erro ocorrido nos processos iniciais, transformando-se em uma das últimas barreiras de prevenção e garantia da segurança do paciente.
image
Esta responsabilidade atribuída à enfermagem deve mobilizar a categoria a deixar de ser somente “fazedora” e ter o entendimento de como pode funcionar como uma efetiva barreira para evitar ocorrências de eventos indesejados ao paciente. Os erros de medicação são passíveis de prevenção e uma das ferramentas que podem ser utilizadas neste processo é o emprego pelo profissional dos 9 certos durante o preparo e administração de medicamentos.


O Portal da Enfermagem traz as dicas da enfermeira Joyce de Paula Wilden da Silva do que deve ser verificado em cada um dos 9’c. Vale ressaltar que em recente estudo com auditoria ativa, a profissional constatou que no universo da sua pesquisa a “não checagem da identificação do paciente no mento da administração” é um dos principais problemas detectados neste importante processo assistencial.

Os nove certos vêm sendo trabalhado pela REBRAENSP (Rede Brasileira de Enfermagem em Segurança do Paciente). A implantação dos 9 certos no Hospital Estadual Sumaré tem trazido uma grande reflexão a enfermagem frente ao seu indispensável papel na terapia medicamentosa. Traz-nos uma mudança de cultura, no entendimento de ser uma categoria profissional não apenas cumpridora de tarefas para tornar-nos uma barreira crítica, através do conhecimento farmacológico da drogas, seus riscos e a proximidade constante ao paciente.

A segurança do paciente está intrinsecamente relacionada ao estabelecimento de medidas de prevenção aos riscos evidenciados nos processos de trabalho e ao uso dos recursos humanos como barreira para os eventos adversos.

Veja abaixo os 9’c e o que deve ser verificado em cada um deles...

1c
Paciente
Right patient = Paciente certo
Este direito é autoevidente: o medicamento deve ser administrado ao paciente para quem é prescrito. Administração de um medicamento para o paciente errado é, no entanto, um erro comum.


2c
Droga
Right Drug = Droga certa
Pesquisas mostram que mais de um terço dos erros de medicamentos ocorre pela administração de droga errada (Selbst et al, 1999; LaPointe e Jollis, 2003). Enfermeiros não estão legalmente habilitadas a receitar medicamentos, mas se não tiver certeza do nome da medicação prescrita (ou acha que é  um medicamento errado), não devem administrá-lo antes de verificar com o médico prescritor.

3c
Via
Right Route = Caminho certo
Enfermeiros só estão autorizados a administrar medicamentos por via prescrita, embora às vezes o médico pode dar uma escolha (IV / PO). O enfermeiro deve compreender as diferenças entre estas rotas, tais como a taxa de absorção ou início de ação.

4c
Dose
Right dose = Dose certa
Conferência da dose prescrita com a apresentação da dosagem no rótulo da droga.

5c
Horário
Right Time = Hora certa
A medicação deve ser administrada no tempo correto para garantir níveis séricos terapêuticos. Administrar a medicação na hora errada é, portanto, um tipo de erro.

6c
Documentação
Right Documentation = Documentação certa
Quando um enfermeiro administra uma medicação deve checar por escrito. Isso fornece evidências de que o medicamento foi administrado ao paciente. Checar antes de administrar é um risco, pois o paciente pode recusar a medicação ou pode acorrer algo que suspenda a medicação. Da mesma forma, deixando de assinar quando um medicamento foi administrado cria o risco de que outro que assumiu o paciente repita a dose.

7c
Ação da droga
Right Action  =  Ação Certa
Garantir que o medicamento é prescrito pela razão certa.

8c
Forma
Right Form = Forma certa
Muitos medicamentos estão disponíveis em diferentes formas para administração por várias vias. Por exemplo, paracetamol vem na forma de comprimidos, cápsulas, xarope, supositórios e ampolas para administração intravenosa. A checagem da forma deve assegurar que atenda às especificidades do paciente, com a análise do tempo de absorção frente a cada apresentação da droga.

9c
Resposta
Right Response = Resposta Certa
Monitorar o paciente para que a medicação tenha o efeito. Este direito da administração de medicamentos envolve uma avaliação da eficácia da finalidade da medicação, que é crucial para alguns medicamentos de alto risco, tais como anticoagulantes, antiarrítmicos e insulina. Monitoramento para a resposta certa e detecção dos eventos adversos (farmacovigilância).

Fonte: Blog TS Blogger 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...